Diário de uma Mudança: Parte 3 e 4 – Primeira Semana em Floripa e Lar Doce Lar

13 October 2017 on general

Eai pessoal! Depois de mais de um mês ausente, estou de volta com a série de postagens sobre a minha mudança de emprego/cidade.

Para não estender mais essa série, resolvi unificar as duas últimas partes. Sendo assim, nessa postagem irei falar sobre a primeira semana em Floripa, a primeira semana de trabalho na Agriness e a batalha para encontrar um lugar para morar.

Primeira Semana em Floripa

A primeira semana em Florianópolis foi relativamente tranquila. Desembarquei na cidade em um sábado e me apresentei na empresa na segunda-feira seguinte. Nessa primeira semana aproveitei para visitar vários apartamentos, conhecer a cidade e me atualizar sobre os desafios que enfrentaria no novo trabalho.

Com relação a cidade, fiquei realmente encantado. Desde o clima agradável à educação dos moradores (pelo menos os que interagi :D). A cidade é turística, sendo assim existem várias opções de restaurantes, baladas e esportes - para todos os gostos.

Aqui a galera parece ser aficionada por esportes. São bem comuns grupos de trilhas, academias lotadas, gente correndo na orla, ciclovias ocupadas e etc. Por outro lado, existe uma infinidade de tipos/marcas de cerveja. A cidade parece ser cercada por fábricas – além das produções artesanais.

Entretanto, também notei alguns pontos negativos. Os principais foram: o transporte público parece ser ineficiente e o trânsito tem como principal gargalo a ponte que liga a ilha ao continente. Felizmente, para minimizar esses dois problemas, o Uber está presente e funcionando perfeitamente.

Primeira Semana de Trabalho

Como havia dito, iniciei meus trabalhos praticamente dois dias após chegar na cidade. A primeira semana foi basicamente de estudos. Fui apresentado aos processos e metodologias utilizados na empresa e comecei o Programa de Integração Garinova (PIG).

No PIG, foram apresentados todos os setores da empresa. Tive a oportunidade de conhecer todas as equipes e as funções de cada uma delas. Além disso, tive um breve curso sobre suinocultura, principal área de atuação da Agriness.

Quanto a parte técnica, fiquei bastante contente ao ver processos definidos, equipe engajada e competente, e um produto desafiador sendo (re)estruturado. Ainda existe um longo caminho pela frente, mas estamos aqui para isso. \o/

(Em postagens futuras irei falar um pouco sobre as tecnologias utilizadas)

Lar doce Lar

O maior desafio que enfrentei no primeiro mês foi o de encontrar um apartamento que fosse perto do trabalho, com algumas mobílias e cujo custo coubesse no bolso.

Visitei vários apartamentos e gostei de muitos deles, mas parecia que todo mundo estava de mudança para Florianópolis! Praticamente todos estavam com fila de reserva e quando encontrava um livre, a imobiliária exigia uma infinidade de documentos, meus e de meus pais (parte desses documentos tinha que vir de Maceió, ou seja, mais demora!).

Felizmente, no fim encontrei um apartamento a cerca de 600 metros do trabalho (uma caminhada super agradável de menos de 10 minutos! :D ). Entretanto, o lado ruim é que ele estava vazio. Então, tive que arcar com a compra de vários móveis, eletros e itens de casa não previsto.

Bom pessoal! É isso!

Aqui encerramos essa série de postagens e voltamos a normalidade. Na próxima postagem falarei um pouco sobre Microserviços. Então, até lá!

Abraços


Previous

Diário de uma Mudança: Parte 2 - Passagem Só de Ida

Dando continuidade a história do processo de mudança de cidade/emprego que venho passando, na postagem dessa semana irei compartilhar com vocês como foi a etapa de saída de Maceió/AL. Compartilharei como uma reorganização financeira antecipada e a escolha da empresa certa facilitaram essa etapa.

Next

A Carreira de Desenvolvedor: Do Jr ao Sênior

Eai pessoal! Essa semana tive a oportunidade de compartilhar um pouco das minhas experiências profissionais com os alunos do Instituto Federal de Santa Cantarina (Campus Canoinhas) no I Workshop de Informática, que aconteceu nos dias 09 e 10 de novembro.